Rentabilidades das carteiras acompanhadas

A partir de julho de 2020, o blog possui uma comparação das rentabilidades de 4 carteiras de investimentos, cujos comentários e detalhes de alocação podem ser lidos em três artigos diferentes:

O objetivo dessa página é agrupar a rentabilidade das carteiras, incluindo o fundo de fundos FoF Melhores Fundos da Vítreo, em apenas um local, facilitando a visualização rápida.

Sobre o FoF Melhores Fundos

A inclusão do FoF Vítreo justifica-se pelo fato de que o objetivo é sempre ponderar a rentabilidade com o tempo gasto no gerenciamento da carteira. O investimento nesse FoF é a estratégia que demanda menos energia possível, sendo atrativa se sua rentabilidade for similar aos demais.

Além da simplicidade do investimento, sua maior vantagem é o rebalanceamento interno, mais frequente do que faríamos se montássemos uma carteira com vários fundos de investimentos (prazos de resgates longos). A desvantagem é uma taxa de administração adicional de 0,75% ao ano, que se soma às taxas dos fundos que o compõem (embora existam rebates que diminuem esse diferencial).

O fundo possui gestão ativa (é possível inclusões e exclusões de fundos em seu portfólio) e a taxa total pode sofrer variações. Para encontrar o número sempre atualizado, acesse essa página. No momento que escrevo (agosto/2020), o valor total, já com os rebates, está em 1,634%

Premissas

Algumas premissas para comparar as rentabilidades das carteiras de investimentos:

  • O ano de 2019 “cheio” mostrará apenas as carteiras geridas pelos robôs de investimentos, ativa e passiva, uma vez que o FoF Vítreo iniciou somente em abril/19;
  • O ano de 2020 “cheio” adicionará as carteiras de ETFs e a rentabilidade do FoF Melhores Fundos. Apesar da carteira de ETFs ter iniciado no segundo semestre, simulei as rentabilidades do primeiro semestre para possibilitar a comparação do ano completo;
  • A rentabilidade da carteira dos robôs será um média das rentabilidades das 4 gestoras digitais (Monetus, Magnetis, Vérios e Warren). Para acessar seus números individualmente, acesse a comparação detalhada.
  • O percentual de renda variável em cada carteira de investimentos varia um pouco: vai de cerca de 1/3 nas carteiras geridas por robôs e fundos de investimentos ativos até quase 50% nas carteiras ativas e de ETFs. A carteira ativa de de ETFs completa possuem ainda um percentual de cerca de 15% de fundos imobiliários e de proteções de dólar e ouro.

Resumo das carteiras comparadas

  1. Carteira ativa: minha alocação de investimentos original, composta por 4 pilares: renda variável (ações), renda variável (fundos imobiliários), renda fixa e câmbio. É a carteira que toma mais meu tempo de gerenciamento, uma vez que todos os ativos são individuais e exigem uma análise exclusiva;
  2. Carteira passiva: essa carteira foi denominada “passiva” para contrapor e ser comparada com a anterior em um post específico. Ela é composta apenas por fundos de investimentos: multimercados, ações, renda fixa crédito privado, um FoF de fundos de investimentos e, a partir de agosto/20, FOFs de fundos imobiliários. É uma carteira que exige bem menos tempo de gerenciamento, mas não permite um rebalanceamento efetivo, principalmente em função dos longos prazos de resgates;
  3. Carteiras gerenciadas pelos robôs de investimentos: são carteiras que possuem um percentual de renda fixa definido pelo investidor, e são rebalanceadas automaticamente. Exigem pouquíssimo tempo de gestão.;
  4. Carteira de ETFs, ou fundos de índice: em relação ao tempo demandado, possui uma grande vantagem em relação à carteira ativa, pois a necessidade de estudos de ativos individuais não existe. Porém, exige algum tempo na escolha dos ETFs (tempo que ficará maior se a oferta aumentar) e, principalmente, no rebalanceamento regular;
    4.1 -> Estou fazendo também uma simulação de uma carteira simples de ETFs com apenas cinco ativos.
  5. “Carteira” no fundo de fundos da Vítreo (FoF): é a alternativa que exige o menor tempo disponível, juntamente com os robôs de investimentos (seu trabalho é só aportar). Possui uma boa diversificação, mas o risco fica concentrado em apenas um pilar. O prazo de resgate (61 dias) também pode ser impeditivo para emergências.

Rentabilidades 2019

CarteiraRentabilidade anualRentabilidade (04/19 a 12/19)
1º) Carteira Ativa25,16%18,57%
2º) Carteira Fundos de Investimentos16,40%12,77%
3º) Carteiras Digitais (robôs)13,15%9,29%
FoF Melhores Fundos9,91%
IPCA + 5%9,91%7,61%
Ibovespa31,60%21,20%
CDI5,67%4,14%
Rentabilidades mensais das carteiras de investimentos em 2019

Rentabilidades 2020

CarteiraRentabilidade anual (até julho)
1º) Carteira ETFs simples12,14%
2º) Carteira ETFs completa7,79%
3º) Carteira Ativa5,85%
4º) FoF Melhores Fundos4,72%
5º) Carteiras Digitais (robôs)1,36%
6º) Carteira Fundos de Investimentos-0,55%
IPCA + 5%4,11%
Ibovespa-14,06%
CDI1,99%
Rentabilidades das carteiras acompanhadas 1

Reforçando, essa página tem o propósito de apenas apresentar as rentabilidades, sem comentários. Para entender as alocações e as razões dos resultados de rentabilidade, guie-se pelos textos abaixo.

Páginas para detalhar as alocações e rentabilidades das carteiras no blog

Rentabilidade das carteiras ativa e passiva
Rentabilidade das carteiras dos robôs de investimentos
Rentabilidade de uma carteira de ETFs e fundos de índice

Explore mais o blog pelo menu no topo superior!…
Para me conhecer mais, você ainda pode… ler sobre minha história aqui, ouvir uma entrevista em podcast ou ainda, assistir uma live no Instagram.

E, se gostou do texto e do blog, por que não ajudar a divulgá-lo em suas redes sociais através dos botões de compartilhamento?

Artigos mais recentes:

Resumo da semana (18/09/20)

Tudo bem, pessoal? Um novo texto do blog conta a história da independência financeira. Conheça como os pensadores do passado percebiam essa condição! Essa semana…
Leia mais
5 3 votes
O texto foi bom para você?
Assine
Notifique-me a
guest
19 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Anônimo
Anônimo
17 dias atrás

trabalho sensacional

Rodrigo
Rodrigo
26 dias atrás

Bom dia Andre, achei interessante você também começar a aportar na carteira da Vitreo, por toda a experiência que você tem com gestão ativa. Eu atualmente tenho uma carteira de fundos, que realmente dá um trabalhinho de administrar, especialmente devido à logistica de realocação, e estou pensando também em utilizar a Vitreo. Porém, tenho visto muitas reclamações sobre a plataforma no Reclame Aqui, e também já estou com dificuldades para abrir a conta devido a erros na plataforma. Por isso gostaria de saber sua experiência com a Vitreo, até o momento, pela sua experiência, você recomennda? A ideia dos cashbacks… Leia mais »

EDER MENEZES
EDER MENEZES
1 mês atrás

Boa tarde, Andre. Descobri o blog tem umas duas semanas e ainda estou me inteirando dos artigos, mas já notei que o material, muito valioso por sinal, vai muito de encontro com o que procuro para estudar e aprender na viagem para minha independência financeira. Parabéns! Cfme falamos por email, estou montando um portfólio de longo prazo e meu perfil é de delegar, ou seja, preferencia por ETF e Fundos. Pra mim, hoje o FoF Melhores Fundos da Vítreo é a alternativa mais passiva e eficaz para investir em fundos. Por isso fiquei nele como meu principal destino para investimento.… Leia mais »

EDER MENEZES
EDER MENEZES
Reply to  EDER MENEZES
1 mês atrás

Apenas complementando o texto já alongo acima (hehehe), minha reserva de emergência já está estabelecida (6 meses do meu custo mensal), e a mesma não está considerada no portfólio acima.

EDER MENEZES
EDER MENEZES
Reply to  André
1 mês atrás

Verdade. Se estiver tudo em fundos/FoFs, só terei a reserva de emergência para aportes de oportunidade, fora os aportes mensais. Bom ponto e levarei em consideração.

EDER MENEZES
EDER MENEZES
Reply to  André
1 mês atrás

Obrigado novamente, André! Eu tbm estou por este caminho. Mesmo que obtenha uma rentabilidade menor, mas que atenda minha TNRP, estará perfeito. Ideia é fazer o dinheiro trabalhar para mim e não o contrario.

Vou dar uma reanalisada de como operacionalizar suas sugestões e volto aqui para continuarmos as trocas de ideias.

Obrigado mais uma vez!

Abraço

EDER MENEZES
EDER MENEZES
Reply to  André
1 mês atrás

Don Andre, bom dia. Não vi nenhum post no blog sobre viver de dividendos. Já chegou a avaliar viver de renda vs viver de dividendos.Como estou ainda montando o portfólio e tenho uns 10 anos pela frente para reinvestir os dividendos e auto alimentar a carteira (além dos aportes recorrentes), essa questão dos dividendos (tipo método Luis Barsi) entraram na mesa para avaliação tbm. Qual sua vivencia/opinião sobre? Abraços.

Leonardo
Leonardo
2 meses atrás

Olá, André.
Gostaria de saber como vc faz o cálculo de rentabilidade da sua carteira.
Eu já vi em outros textos seus que vc utiliza o Microsoft Money, certo? Mas para fundos de investimentos ele tb é viável? Pergunto isso pois estou procurando um meio para agilizar meu controle de investimentos. Já vi alguns aplicativos como o Kinvo que torna as coisas mais automáticas, mas não possui todas as funcionalidades que eu desejo.

Danilo
Danilo
2 meses atrás

Parabéns pelo post André.

Obrigado por compartilhar conosco, vou acompanhar de perto, pois com certeza será de grande valia para meu aprendizado considerando que estou no início da jornada até a “FIRE”.

Abraço!

Anônimo
Anônimo
2 meses atrás

Ótimo post, apesar de que somente no longo prazo será possível concluir algo.
De qualquer forma estou na mesma situação, apesar de ainda estar na metade do caminho da IF, pensando se compensa fazer gestão ativa. Até o momento tem compesado, mas acredito que tenha sido por sorte (ou risco extra mesmo).

Dentro da Vitreo, qual a vantagem que vc vê no FoF em relação a carteira universa por exemplo? Acho esses 0.75 adicionais muito alto. Sabe quanto o rebate consegue diminuir?

Acompanhe:
19
0
Por que não deixar seu comentário?x
()
x