O fim do comparativo das rentabilidades dos robôs de investimentos

Leia aqui os motivos do encerramento do comparativo das rentabilidades dos robôs de investimentos, que realizo desde o segundo semestre de 1998 com as gestoras Warren, Magnetis e Mobills.

Caros, nesse post curto, informo que estou encerrando, a partir de 2024, o comparativo de rentabilidade das gestoras digitais, que operavam, no início, como autênticos robôs de investimentos, mas cujo sentido foi-se desvirtuando com o tempo.

O estopim que gerou a decisão foi o fim da Mobills, cuja absorção pela Toro Investimentos foi completada em dezembro de 2023. Ela deixou de possuir uma carteira administrada, de forma automática, para ficar concentrada apenas em fundos de investimentos.

Lembro que, há um tempo atrás, a Vérios, que estava na comparação de rentabilidade dos robôs de investimentos, fez a mesma migração para a então Easynvest, agora parte do grupo Nubank, desfigurando da mesma forma a independência do investidor em possuir uma carteira administrada do seu jeito. Na época, escrevi sobre a saída da Vérios da comparação, deixando apenas a Warren, Magnetis e a então Monetus (depois Mobills) no páreo.

E, além disso, das duas empresas restantes, apenas a Magnetis ainda mantém o mesmo propósito inicial, de manter uma carteira bem diversificada em razão do perfil do investidor, uma vez que a Warren, já há algum tempo, vem migrando para (tentar) ser uma corretora padrão, desvirtuando-se da Warren que comecei a investir há mais de cinco anos.

Hoje, minha carteira original da Warren possui apenas 4 fundos, sendo 3 de renda fixa e um de ações, TODOS administrados pela Warren, que, aos poucos, foi eliminando os fundos de terceiros, inclusive de ETFs, e aumentando o risco de gestão, uma vez que concentrou as antigas carteiras somente em fundos próprios.

Mais um ponto: a Magnetis, seguindo a tendência que começou com a Vérios e passou pela Mobills, foi comprada pelo BTG e, nesse mês, já migrou a carteira para o banco. Ou seja, qual a garantia que continuará independente, visto o que ocorreu com as demais gestoras? Enfim, não faz mais sentido a comparação de rentabilidades entre as duas gestoras restantes, sendo que uma concentrou a carteira em poucos fundos próprios e a outra deve seguir pelo mesmo caminho em 2024.

Em dezembro ainda teremos a última publicação da rentabilidade dos robôs de investimentos

De qualquer forma, na primeira semana de janeiro eu ainda publicarei as rentabilidades para fazermos um fechamento de 2023, comparando-as às demais carteiras que possuo no blog. Provavelmente, atualizarei esse post com as rentabilidades desses quase seis anos para efeito de registro. Posteriormente, regularizarei a página onde apresento as rentabilidades das demais carteiras, cujas atualizações continuarão ocorrendo em 2024.

Pessoalmente, compartilho que também migrarei meus investimentos (que já eram muito baixos) dessas gestoras digitais para outras carteiras de investimentos. Primeiro, porque, como comentei em outros textos, estou procurando simplificar ao máximo meus investimentos e estou com um horizonte para fechar o ano de 2024 em apenas 4 bancos/corretoras. Nesse ano, ainda fecharei com 9. O objetivo é manter um alto grau de segurança, mas também facilitar a gestão e “limpar” a declaração de imposto de renda.

Segundo, porque as rentabilidades das carteiras de robôs de investimentos não estavam compensando essa gestão. No acumulado até então, ela está no mesmo nível da carteira passiva (cujos fundos de investimentos posso concentrar em apenas uma corretora), abaixo do FoF melhores fundos (cujo tempo de gestão é nulo) e bem abaixo das duas carteiras de ETFs e da carteira ativa. Ou seja, não vem valendo a pena, principalmente em face de manter gestão e controle de três contas diferentes.

Você mantém investimentos em algumas dessas gestoras? Como está vendo o futuro das mesmas?

Abraços a todos e excelente final de ano!

Explore mais o blog pelo menu no topo superior! E para me conhecer mais, você ainda pode…
assistir uma entrevista de vídeo no YouTube
ler sobre um resumo de minha história
ouvir uma entrevista de podcast no YouTube
participar de um papo de boteco
curtir uma live descontraída no Instagram
… ou adquirir um livro que reúne tudo que aprendi nos 20 anos da jornada à independência financeira.

E, se gostou do texto e do blog, por que não ajudar a divulgá-lo em suas redes sociais através dos botões de compartilhamento?

Artigos mais recentes:

5 2 votes
O texto foi bom para você?
Assine para receber as respostas em seu e-mail!
Notifique-me a
guest
5 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Anônimo
Anônimo
5 meses atrás

André, conhece o WebApp do Dlombello?

Anônimo
Anônimo
5 meses atrás

Arthur

Mendigo
6 meses atrás

A ganancia venceu como era esperado. A própria corretora que eu uso, a Rico, tinha desses robôs de investimento e era bem legal. Alocava em ativos bons e baratos: tesouro de vários tipos e vencimentos, ETFs. Fazia uma alocação que respeitava seu apetite de risco, era uma boa alternativa para leigos que não queriam se preocupar com investimentos, apenas trabalhar e aportar.
O serviço foi encerrado na cara dura, pois com certeza estava tirando o lucro de outros produtos: fundos e COE.
Abraços.

5
0
Por que não deixar seu comentário?x