Livros

Os investimentos mais comuns no mercado financeiro e alguns pitacos

Quais são as aplicações disponíveis no menu do mercado financeiro que você pode usar para montar sua carteira de investimentos e gerenciá-la através da alocação de ativos?

Veja esse “guest post” e leia também meus comentários sobre outros dois importantes ativos, bitcoins, moedas digitais e o que analisar para escolher os melhores investimentos.

As disrupturas que podem influenciar excelentes ações e FIIs

Vamos brincar um pouco de futurologia e pensar quais são as ameaças de longo prazo que podem afetar as empresas e fundos imobiliários de nossa carteira de investimentos?

O futuro próximo, como eleições ou cenários políticos, quebra de ciclos de commodities ou efeitos de legislação é relativamente fácil de prever.

Como lidar e avaliar disrupturas no campo da economia, costumes e tecnologia para um período mais extenso?

Investir com segurança: os riscos que você pode (e deve) controlar

Quando decidimos investir em um ativo, estamos, ao final, analisando quais a melhor relação de retornos e riscos para o nosso dinheiro.

O equilíbrio entre a rentabilidade e a segurança é fundamental na atração de bons papéis para compor adequadamente nossa carteira de investimentos.

Infelizmente, não é possível dominar todos os fatores que nos levam ao sucesso ou ao fracasso nas operações financeiras. Mas há alguns que são passíveis de controle e poderão ser determinantes para o sucesso de nosso portfólio a longo prazo.

Sobre socialismo e comunismo: a emoção e a intenção vencendo a razão

Por que o socialismo e suas ideias dominam o mundo ocidental?

Seria a infância cultural, seus limitados modelos mentais e a criação frequente de espantalhos para autodefesa? Ou um baixo IDP e o desejo de manter-se longe das decisões?

Talvez um apego sentimental, derivado da intencionalidade em detrimento à impessoalidade? Ou afinal, esse modelo mental é fruto de uma ineficiência dos discursos liberais? Ou tudo isso junto?

Algumas opiniões sobre o assunto tendo, como pano de fundo, uma viagem ao Sudeste Asiático

A Nascente, de Ayn Rand: o padrão moral entre o indivíduo e o coletivo

Discursos do anti-herói do livro “A Nascente”, revelam intenções ocultas em meio à disputa pelo poder, a realidade do debate do coletivismo contra o individualismo e a apologia na pregação da igualdade contra a liberdade.

A obra deixou sua autora, Ayn Rand, famosa por frases, discursos e ideias dos personagens de suas novelas.

Conheça o perigo na provisão de meios para a constituição de uma única massa de pessoas susceptíveis à dominação e não seja uma delas.

A rebelião das massas, de José Ortega y Gasset, e o homem-massa

Ortega y Gasset, em seu livro “A rebelião das massas”, aponta uma das entidades que suportou o crescimento do coletivismo e seus regimes ditatoriais no século passado: o “homem-massa”.

Essa manifestação, cuja segurança provém em reproduzir em coro pensamentos irrefletidos e em receber reconfortos guarnecidos através da isenção de sua própria responsabilidade, ainda é muito comum atualmente.

Acompanhe: