Rand

A fantasia e a ética tacanha de Robin Hood na política e sociedade

Em 2018, estreou um novo filme de Robin Hood, herói mortalizado nos desenhos e livros infantis. Mas qual a concepção de ética do herói que ficou?

Será a ação de alguém que quis fazer justiça contra os roubos do Estado perante ao povo ou será a história disseminada e fraudulenta de que as riquezas devem ser redistribuídas através da força e da coerção estatal?

Qual das duas versões você prefere aceitar no filme? A atitude libertária ou a atitude imoral?

A rebelião das massas, de José Ortega y Gasset, e o homem-massa

Ortega y Gasset, em seu livro “A rebelião das massas”, aponta uma das entidades que suportou o crescimento do coletivismo e seus regimes ditatoriais no século passado: o “homem-massa”.

Essa manifestação, cuja segurança provém em reproduzir em coro pensamentos irrefletidos e em receber reconfortos guarnecidos através da isenção de sua própria responsabilidade, ainda é muito comum atualmente.

A Petrobrás e um modelo justo de privatização com inclusão social

Como é possível, através de uma privatização, realizar justiça e inclusão social?

Veja como a venda da Petrobrás para a iniciativa privada desempenharia fielmente esse arranjo e traria grandes ganhos ao país.

O Estado e o macaquinhos vermelhinhos amestrados estarão, contudo, sempre do lado contrário. As razões dessas posições passam ao largo dos inúmeros privilégios e perversas redes de incentivos concedidos ao longo dos anos da empresa.

A Nascente, de Ayn Rand: o padrão moral entre o indivíduo e o coletivo

Ayn Rand tornou-se famosa por frases, discursos e ideias ditas pelos seus personagens no contexto de suas novelas.

Frases ditas pelo anti-herói do livro “A Nascente”, revelam intenções ocultas em meio à disputa pelo poder, a realidade do debate do coletivismo contra o individualismo e a apologia na pregação da igualdade contra a liberdade.

Ficam claros os objetivos da classe dominante: prover os meios para a constituição de uma única massa de pessoas susceptíveis à dominação. Leia para não ser uma delas.

O politicamente correto e a igualdade que destrói as divergências

  Defender a igualdade material prioritariamente à igualdade formal gerará apenas uma sociedade leviana, formada por indivíduos frágeis e intolerantes com o adverso. O termo igualdade vem sendo utilizado frequentemente em muitas demandas políticas e sociais. Esse conceito, porém, possui duas ideias bem definidas, e é preciso sempre ter em mente a qual tipo de …

O politicamente correto e a igualdade que destrói as divergências Leia mais »