O autor

Como comentei em “Sobre o Blog“, o estímulo inicial para escrever foi a viagem de 205 dias. Tempos depois, inclui publicações que refletem o meu gosto de acompanhar a história comportamental, as nefastas ideologias políticas atuais e as suas consequências na ética do mundo atual. Como tenho uma relação íntima com a economia e já sou meio tarimbado no caminho da independência financeira, também aprecio escrever sobre esse tópico.

Credenciais? Diploma de economia, sociologia ou filosofia eu (ainda) não tenho. Mas sou um autodidata em alguns assuntos. E não costumo escrever sobre o que não entendo. Sou humilde o suficiente para calar-me sobre algo que não compreendo bem. De qualquer forma, sempre existirão opiniões diversas sobre os assuntos expostos por aqui e elas são bem vindas, quando educadas e acompanhadas de uma base mínima de conhecimento. Perfil de escritor? Para mim é muito claro que o caminho é muito longo.

Ah, sobre o currículo formal… Ele pode causar algum espanto para quem lê algum dos meus textos: já fui bancário, desenhista de Autocad, Engenheiro de Alimentos, Mestre-Cervejeiro e formado em Educação Física. Se vier a tornar-se um leitor do blog, perceberá que o autodidatismo sempre esteve presente na minha vida.

Gestão financeira é um assunto de grande interesse, e muitas pessoas que auxilio incentivam-me a escrever mais sobre esse assunto. Gosto muito do tema, mas sempre tive uma tendência a produzir textos mais voltados sobre liberdade, política e filosofia, uma vez que os vejo como assuntos mais abrangentes no sentido de nos acompanharem na estrada da vida e nos ajudar a questionar mais os absurdos que presenciamos atualmente em nossa sociedade.

Ultimamente, ao longo de 2019, escrevo mais sobre independência financeira, além da independência intelectual. Se quiser conhecer um pouco minha história de vida rumo à essa liberdade, veja esse texto.

Enfim, possuo educação formal em algo que não escrevo e escrevo sobre assuntos em que não possuo educação formal. Possuir uma mente aberta e desejar continuamente o conhecimento torna cada um de nós aptos a refletir sobre o curso de sua própria vida e, ano a ano, ser capaz de mudar o rumo quando necessário.

Há várias opções para seguir as postagens do blog:

  1. Você pode assinar uma lista de emails. Aqui eu costumo enviar um e-mail semanal com novas postagens e atualizações;
  2. Você pode também acompanhar cada nova postagem por redes sociais, como o Facebook, Instagram ou Twitter;
  3. Ou então assinar divulgadores de conteúdo como o Feedly, Inoreader ou Feedburner.

Ah, se preferir o e-mail, use o viagemlenta@gmail.com!