A prisão do Lula e algumas revisitações no blog


A prisão de Lula, líder máximo do PT e peça fundamental da institucionalização da corrupção no país é um marco a ser comemorado pelas pessoas de bem.

Mas porque tantos ainda defendem uma pessoa que tão mal fez ao nosso país? Veja alguns comentários em alguns dos artigos escritos nesse blog.


06/04/2018. Esse dia, independentemente de aceitações de posteriores de habeas corpus ou liminares atenuantes, deverá ficar para a história como o dia da ordem de primeira prisão de um presidente no Brasil. Entretanto, apesar de ter recebido tratamentos especiais pelo juiz Sérgio Moro, recusou-se a entregar-se no prazo determinado e cria um cenário apoteótico e de confronto com seus militantes.

Lula condenado e preso pela Laja jato

No dia seguinte, seus asseclas inventaram uma missa que, na verdade, foi muito mais um comício. Falou durante 55 minutos um monte de bobagens, dificultou ao máximo sua prisão durante toda a tarde mantendo-se refugiado no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e somente após às 18:30hs se entregou, humilhando a Polícia Federal.

Lula se acha acima das leis e continua um mestre da vitimização. Como disse Geraldo Samor, um estadista faria sacrifícios pessoais para que as instituições fossem preservadas. Mas Lula não cabe nesse modelo.

Desde muito tempo, Lula tentou se diferenciar dos políticos tradicionais. Ele atingiu esse objetivo. Conseguiu ser pior que eles. Aprofundou ainda mais a corrupção sistêmica no país, institucionalizando-a como uma prática política, usando as empresas do Estado para criar uma rede de recursos e eternizar-se no poder. Diferentemente de outros caciques corruptos como Eduardo Cunha e Aécio Neves, apenas para citar alguns, tenta safar-se iludindo corações e mentes de uma massa de incautos de que é uma vítima do sistema.

Acredita ser inimputável e acima de todos. Declara que não há ninguém mais honesto que ele. Nenhum desses caciques acreditam que exista uma aura divina sobre eles. Mas Lula compara-se a Jesus Cristo. Lula acredita que é um Deus.

Lula representa o que de pior esse país produziu na política, mas o trabalho midiático realizado sobre sua pessoa cegou a população de tal maneira que muitos ainda considerarão tais palavras ditas nesse texto kafkanianas. Lula, a pessoa que não trabalha há 40 anos e vocifera contra uma elite da qual faz parte, é o anti-exemplo para tudo. De ignorar as instituições brasileiras como o STF e colocar-se acima delas. De fazer a apologia da ignorância e deixar claro que nunca estudou porque não quis e mesmo assim, foi presidente da república, dando um exemplo funesto a todos os jovens brasileiros. De fazer apologia à mentira, dita sem constrangimento quando era-lhe conveniente.

Ele é uma pessoa movida apenas por interesses pérfidos, e nunca por princípios e valores. Uma pessoa que já demonstrou publicamente o ódio à real democracia e de todos aqueles que arriscam criticá-lo, como a imprensa independente. Uma pessoa que considera uma vingança pessoal vencer uma eleição. E recentemente, o anti-exemplo na prática da mentira, da baixaria e do vale-tudo no processo de difamar a oposição.

Lula sempre apoiou ditaduras

Já há anos, a Venezuela se arrasta em seu regime ditatorial e precária situação econômica e social. Milhões de pessoas fogem do país. Só pode ocorrer algo muito significativo quando tantas pessoas abandonam seu país natal.

Lula e ditadores
Lula e seu fetiche pelos ditadores do mundo

Lula sempre apoiou a ditadura. Na Venezuela, em países africanos e a autocracia no Irá. Lula não acredita na democracia. Lula acredita apenas nele. Que bom que o impeachment de Dilma nos tenha salvado de um novo governo de alguém tão autoritário.

O sonho de Lula e do PT, eleitor, é fazer com que você aceite que a democracia só pode existir diretamente, pois ele sabe que pode manipular os movimentos sociais como o MST e grupelhos estilo black-block, como os que depredavam prédios públicos e privados no passado.

Sua meta é não sair mais do poder, visto os golpes baixos praticados na eleição de 2014, como usar os correios para seu benefício e dissipar o medo da perda junto aos beneficiários de programas sociais (o que ocorreu também em 2018 – e aí, o Bolsa-família acabou mesmo ou recebeu um 13º inédito?). Seu desejo não é negociar ou debater, mas sim eliminar toda oposição, classificando-a como golpista, preconceituosa, racista e nostálgica da ditadura militar.

Lula e Dilma destruíram o país, econômica e moralmente

Fica fácil os mais radicais praguejarem contra impeachment falando em “golpe”, mas o fato é que esse governo nos tirou da rota de colisão, seja econômica quanto ditatorial. Em julho de 2014, compilei alguns dados econômicos em “2015: a necessidade de um grande ajuste econômico e moral no país“, que mostravam que nossa situação estava já crítica, mesmo com todas as pessoas do governo dizendo que “tudo estava bem”, pois estávamos a poucas semanas da eleição. Falei também nesse texto, sobre as perseguições que o PT já fazia contra economistas e jornalistas que não aceitavam as teses do governo, mostrando o lado nunca muito abordado da tirania socialista.

Podemos dar até algum crédito ao Lula em seu primeiro governo quando manteve as bases econômicas de FHC, mas a partir do segundo mandato, com Guido Mantega, levou o país a uma situação insustentável, culminando na crise com sua pupila Dilma Roussef.

Lula sempre dividiu o país entre “nós” e “eles”

Em outubro de 2014, escrevi (“Brasil, união ou cisão: preconceitos e discursos de ódio nas eleições“) sobre as retóricas de Lula e seu partido que dividiam o país em castas, seja em classes, seja em raças ou em gêneros. Usaram consistentemente a máxima socialista de “dividir para conquistar”, encobrindo suas artimanhas sob um viés “social”. Essas atitudes foram essenciais para estabelecer no país até hoje um cenário totalmente polarizado entre o amor e o desprezo pela esquerda e seu socialismo, fracassado por definição.

Lula e o culto aos bandidos e à corrupção

O ideal de Lula e do PT não é converter o suor, o conhecimento ou a capacidade das pessoas em recompensas, mas sim, suas conexões, suas amizades e sua ideologia comum. Patrocinou de forma incisiva a inversão da virtude, da ética e da moral quando tratou condenados pelo STF por corrupção, como heróis. Violentou de forma assustadora o conceito de público e privado, disseminando para as massas o ideal do Estado provedor ao mesmo tempo que o usava para seus interesses particulares.

O problema maior é acreditar no Estado

Finalizando, reforço que o Lula, em si, não é o problema. A principal causa da decadência desse país é o pensamento coletivista, progressista, esquerdista e vigarista, que usou o PT como veículo para disseminá-lo nesses últimos anos.

Um pensamento que legitima um Estado-babá gigante, que sufoca, regulamenta e constrange, com a justificativa de que, em sua posição proeminente, sabe o que é melhor para todos nós. Esse ano teremos novamente eleições. Se você ainda pensa em votar na esquerda, será que não está na hora de repensar essa posição?

Explore mais o blog pelo menu no topo superior!…
Ou leia um pouco de minha história aqui ou então, ouça a entrevista que fiz para o podcast do blog SRIF365.

E, se gostou do texto, por que não ajudar a divulgá-lo em suas redes sociais através dos botões de compartilhamento?

Artigos mais recentes:

Sou mesmo um escravo?

Essa dúvida me aflige. A leitura do texto que mostra, aparentemente de forma racional, que todo assalariado é um escravo, atormenta meus sentidos há tempos.…
Leia mais

5
Deixe seu comentário!

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
André Recent comment authors
  Subscribe  
Notify of
André
Admin

Pessoal, segue o link de parte dos comentários no Disqus, que não migraram para o WordPress mas continuam em sua plataforma. Muitos, nem por lá estão mais…

https://disqus.com/home/discussion/viagem-lenta/a_prisao_do_lula_e_algumas_revisitacoes_no_blog/

Se desejarem ler mais sobre o assunto, ou comentar com sua conta Disqus, ou ainda, se tiverem conhecimento desse bug de migração e quiser ajudar, é só enviar um email para mim.

Obrigado!

Anônimo
Visitante
Anônimo

LULA. PAEA NÃO SER DEMITIDO FEZ A OPSAO DE "SOFRER UM ACIDENTE", ASSIM SW APOSENTOU CEDO. O camimho estava aberto para criar a maior quadrilha que ja existiu no BRASIL.

Anônimo
Visitante
Anônimo

Muito bom o texto, a carta e os links ! Valeu !

André Rezende Azevedo
Visitante

Obrigado Anon!

Anônimo
Visitante
Anônimo

Muito bom !

Acompanhe: